"Não se aparte da tua boca o livro desta lei antes medita nele dia e noite"Josué1:8


quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

O Pecado de Davi e suas Consequências


E aconteceu que, tendo decorrido um ano, no tempo em que os reis saem para a guerra, enviou Davi a Joabe, e a seus servos com ele, e a todo o Israel, para que destruíssem os filhos de Amom e cercassem Rabá; porém Davi ficou em Jerusalém (2Sm 11:1).


O pecado é algo terrível! Suas consequências podem ser devastadoras… Como todo ser humano, Davi também pecou e sofreu as consequências. A Bíblia Sagrada nos mostra a causa e as consequências do pecado de Davi. O que aconteceu com ele, pode acontecer com qualquer pessoa… Vamos ver o que podemos aprender para com a experiência triste e dolorosa de Davi? 
1. Ociosidade X Tentação

“Quando o inverno e sua estação chuvosa passaram, Davi enviou Joabe e o exército israelita para renovar a guerra contra Amom e estabelecer o cerco à capital Rabá”. Na época era costume dos reis saírem para as guerras, mas Davi resolveu ficar em Jerusalém. Durante esse período, um dia de tarde Davi se levantou, depois de ter dormido um pouco, e foi passear no terraço do palácio. Dali viu uma mulher muito bonita tomando banho (v2). Teria sido melhor se Davi tivesse ido, sua ociosidade, acabou dando oportunidade para a tentação.
Então por que ele fez isso? Tanto os salvos como os não salvos são tentados, ninguém está livre. Quando alguém for tentado, não diga: “Esta tentação vem de Deus”. Pois Deus não pode ser tentado pelo mal e ele mesmo não tenta ninguém. Mas as pessoas são tentadas quando são atraídas e enganadas pelos seus próprios maus desejos. Então esses desejos fazem com que o pecado nasça, e o pecado, quando já está maduro, produz a morte (Tg 1:13-15). Os nossos maus desejos nos tentam e quando a tentação é consumada ocorre o pecado. No momento em que Davi viu Bate-Seba (esposa de Urias o heteu) tomando banho, imediatamente ele mandou buscá-la e adulterou com ela.
A Palavra de Deus nos alerta sobre três coisas no mundo que precisamos evitarOs maus desejos da natureza humana, a vontade de ter o que agrada aos olhos e o orgulho pelas coisas da vida, tudo isso não vem do Pai, mas do mundo (1Jo 2:16). No momento em que Davi viu Bate-Seba tomando banho, ele se deixou levar pelo que agradava seus olhos (a beleza da mulher), pela natureza humana (desejou-a), e o orgulho de ser rei o fez buscá-la para à possuir. Temos que ter cuidado com a nossa vida diariamente, principalmente nos momentos em que estamos ociosos por estarmos mais vulneráveis. Busquemos, em Deus, forças para resistir às tentações. Fujamos da ociosidade e dos pensamentos inúteis e ruins!Tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai! (Fp 4:8)
2. O Pecado
Quando Davi não resistiu à tentação, adulterou com Bate-Seba e a engravidou. Então Davi planejou e providenciou a morte do marido dela. Por esse motivo, o SENHOR Deus mandou que o profeta Natã fosse falar com Davi (2Sm 12:1). Então Natã, através da Palavra de Deus, confrontou Davi com o seu próprio pecado. Em seguida Davi reconheceu que tinha pecado contra Deus.
As Escrituras Sagradas nos revelam a universalidade do pecado. A natureza humana é pecaminosa. Não há homem justo sobre a terra, que faça o bem, e nunca peque (Ec 7:20). Existem várias passagens bíblicas que nos ensinam que desde a hora do nosso nascimento somos pecadores. Quem nasce de pais humanos é um ser de natureza humana; quem nasce do Espírito é um ser de natureza espiritual. (Jo 3:6). Ser de natureza humana significa sermos inclinados a fazer o que não agrada a Deus. Não podemos sair desse estado de perdição pelas nossas próprias forças. No momento em que a graça salvadora de Deus nos alcança temos forças para resistir ao pecado, porque não somos mais guiados pela natureza humana, mas pelo Espírito de DeusTodo aquele que é nascido de Deus não vive na prática de pecado; pois o que permanece nele é a divina semente; ora, esse não pode viver pecando, porque é nascido de Deus (1Jo 3:9).
Uma vez salvos, quando somos confrontados com a Palavra de Deus, reconhecemos nossos pecados, nos arrependemos e procuramos agradar a Deus. Já os que não-salvos ignoram a correção e os alertas de Deus; e continuam pecando como se nada estivesse acontecendo.Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça! Arrependam-se dos seus pecados e creiam no evangelho. Pois a tristeza que é usada por Deus produz o arrependimento que leva à salvação; e nisso não há motivo para alguém ficar triste. Mas as tristezas deste mundo produzem a morte. (Mc 4:23; Mc 1:15;2Co 7:10)
3. As consequências do pecado
Qualquer pecado, mesmo que pareça leve para nós, torna-nos legalmente culpados perante Deus, dignos de castigo. Mesmo que Davi tenha se arrependido (2Sm 12:13), quando foi confrontado com a Palavra do Senhor, as consequências permaneceram. Então disse o Senhor a Davi: Porque, pois, desprezaste a palavra do SENHOR, fazendo o mal diante de seus olhos? A Urias, o heteu, feriste à espada, e a sua mulher tomaste por tua mulher; e a ele mataste com a espada dos filhos de Amom. Agora, pois, não se apartará a espada jamais da tua casa, porquanto me desprezaste, e tomaste a mulher de Urias, o heteu, para ser tua mulher. Assim diz o SENHOR: Eis que suscitarei da tua própria casa o mal sobre ti, e tomarei tuas mulheres perante os teus olhos, e as darei a teu próximo, o qual se deitará com tuas mulheres perante este sol. Porque tu o fizeste em oculto, mas eu farei este negócio perante todo o Israel e perante o sol (2Sm 12:9-12). Pela justiça de Deus, essas foram às consequências do pecado de Davi.
Não existe pecado pequeno ou grande.

O que existe são consequências menores ou maiores de acordo com o pecado. Significa dizer que todo pecado gera resultados negativos, que pode nos trazer consequências irreversíveis! Adão, que representava a humanidade, pecou e a conseqüência disso foi o estado de morte espiritual para todos. Adão tornou-se diferente daquilo que Deus havia criado e a lei da geração obteve o que havia sido designado para todo ser vivo, que este deveria ser “segundo a sua espécie”.

Não significa dizer que a humanidade é culpada pelo pecado de Adão, e sim que toda a raça humana pecou juntamente com Adão e por isso nascemos no estado de pecado, temos uma natureza pecaminosa. Todas as vezes que pecamos ou que não cremos em Jesus Cristo expressamos essa natureza. Assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem, Jesus Cristo.


O pecado está relacionado tanto aos atos1 individuais (como roubar, mentir ou cometer homicídio, etc..), as atitudes 2contrárias àquilo que Deus exige de nós, como em relação a nossa natureza moral. Podemos perceber isso nos dez mandamentos quando Deus nos proíbe de ações pecaminosas e errôneas ordenando “Não cobiçarás a casa do teu próximo. Não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma que pertença ao teu próximo.”(Êx 20:17) e no sermão do monte também nos proíbe atitudes pecaminosas com ira, ciúme, raiva, egoísmo e entre outras obras da carne (Mt 5:22;28;Gl 5:20;Mc 12:30).

4. Conclusão


Amados, Davi estava no lugar e na hora errada. Ele era um homem de Deus e mesmo assim pecou. O exemplo de Davi serve para nós como um alerta. Precisamos estar sempre meditando na Palavra de Deus de dia e de noite, evitando a ociosidade e fugindo dos pecados. Busquemos sempre a presença do Senhor!
O fato do salvo ter nascido do Espírito de Deus, não significa que nunca mais pecará.

 Significa dizer que ele será guiado pelo Espírito de Deus e terá a capacidade de fugir do pecado, agradando a Deus. Pois uma vez salvos, somos capazes de pecar e de não pecar assim como era Adão antes da queda.

 Para os que ainda não são salvos (que ainda estão no estado de perdição), estes são incapazes de não pecar, pois são escravos do pecado e guiados pelos desejos da carne.
Escutemos a Palavra de Deus, quem é de Deus escuta as palavras de Deus (Jo 8:47).

Se você ainda continua praticando pecados e tem prazer nisso, arrependa-se e deixe-os. Porque todo aquele que faz o mal odeia a luz, e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas. Mas quem pratica a verdade vem para a luz, a fim de que as suas obras sejam manifestas, porque são feitas em Deus(Jo 3:20-21).

Jesus é a luz do mundo. A salvação do domínio da nossa natureza pecaminosa e da condenação eterna é Jesus Cristo, o filho de Deus! Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo, é nascido de Deus; e todo aquele que ama ao que o gerou também ama ao que dele é nascido. Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.(1Jo 5:1; 2Co 5:17).

Nenhum comentário:

Postar um comentário